Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

FID-BECK - ROLLINGONTHEFLOORLAUGHING

Prá especulação, desinformação e erros ortográficos tó-ká eu!

FID-BECK - ROLLINGONTHEFLOORLAUGHING

Prá especulação, desinformação e erros ortográficos tó-ká eu!

O senador republicano de Oregon, Orrin Hatch, afirmou aos repórteres na quinta-feira, que está preocupado com a extensão da vigilância que o governo do presidente Barack Obama realizou durante a campanha presidencial e na equipe de transição do presidente Donald Trump.

 


"Fiquei apenas um pouco chocado com isso", disse o senador, que também é o Presidente Pro Tempore do Senado e o quarto na linha de sucessão por detrás do Presidente Paul Ryan (R.-Wis.).

 

O senador estava falando no contexto das notícias, de que o Procurador-Geral Jeff Session, um conselheiro próximo da campanha de Trump, se reuniu duas vezes com o embaixador russo durante o ciclo eleitoral de 2016, e o New York Times informou que funcionários do governo de Obama dirigiram uma intensa campanha informativa contra Trump e a sua equipe, durante o período de transição para a tomada de posse da nova administração. 

 

Isso aconteceu também duas semanas após a publicação na mídia, de transcrições das escutas feitas pelo  Departamento de Justiça de Obama sobre Michael Flynn, o que  forçou a sua demissão como conselheiro de segurança nacional.

 

Hatch disse que não ficou completamente surpreso com o uso que Obama fez de aparelhos oficiais para perseguir os seus opositores políticos.

"Eu suspeitava que eles iriam fazer isso de qualquer maneira", disse ele.

 

O senador também disse que suspeita que as informações colhidas pela vigilância do governo de Obama sobre o campo de Trump, foram fornecidas à herdeira ungida por Obama, Hillary Clinton, e à sua campanha presidencial.

"Sim, eu tenho um monte de suspeitas, mas eu não faço ideia, então eu não vou especular".

DaFeed

Malvado, traidor, vingativo. Ele continua a tentar atormentar o povo americano com o seu socialismo destrutivo, corrosivo e internacionalismo.

Obama-Jarrett.jpg

 

Valerie Jarrett, a confidente do último presidente americano, mudou-se para a nova casa dos Obamas em Washington DC, que se tornou já num centro operacional para planear uma insurreição contra o atual presidente, Donald Trump.

 

Barack Obama está transformando a sua nova residência na elegante zona de Kalorama da capital do país - há apenas duas milhas de distância da Casa Branca - num nervo central para montar uma revolta contra o seu sucessor, o presidente Donald J. Trump.

 

O objetivo de Obama, de acordo com um amigo próximo da família, é o de derrubar Trump da presidência,  forçando a sua renúncia ou por impeachment.

 

E Obama está sendo ajudado nesta sua cruzada política pela sua conselheira de longa data, Valerie Jarrett, que se mudou para a mansão de 5,3 milhões de dólares em Kaloroma, juntando-se ao ex-presidente e Michelle Obama, há muito tempo melhores amigos.

 

Jarrett desempenhou um papel vital - se às vezes discreto - na presidência de Obama. Ela morava na Casa Branca, jantava com os Obamas e ajudava a moldar as suas políticas domésticas e externas.

 

O ex-presidente montou um escritório no West End da capital do país, onde recentemente hospedou uma cerimónia aberta para a sua equipe da Casa Branca - incluindo Joe Biden, Susan Rice, Josh Earnest e Jarrett.

 

Mas o escritório, parte das suas vantagens pós-presidenciais, não pode ser usado para fins políticos. O aluguer da casa é pago por ele pessoalmente.

 

Na terça-feira, o ex-procurador-geral Eric Holder revelava que Obama está realmente prestes a fazer o seu reaparecimento político publicamente .

'Está chegando. Ele está vindo ", disse Holder falando aos repórteres. "E ele está pronto à rolar."

 

De acordo com uma fonte da família, Obama esteve a princípio relutante em assumir o papel de líder da oposição.

"Já não era o homem mais poderoso do mundo, ele estava apenas observando Trump e não gostando do que via", disse a fonte.

"Ele estava cansado e queimado depois de oito anos no cargo. Mas Valerie convenceu-o de que não tinha alternativa se quisesse salvar o seu legado. E como de costume, inclinou-se para a sabedoria política e conselhos de Valerie.

 

No seu único comentário público contra Trump, desde que deixou a presidência, Obama saiu apoiando os protestos que se opõem à ordem executiva do presidente Donald Trump de restringir a imigração de alguns países predominantemente muçulmanos.

 

Um porta-voz disse que o ex-presidente acha que eles são "cidadãos exercendo o seu direito constitucional de se reunirem, organizarem e de terem as suas vozes ouvidas pelos funcionários eleitos, e é exatamente aquilo que esperamos ver quando os valores americanos estão em jogo".

 

Assim que Obama deixou o cargo, Jarrett mudou todos os seus bens da Casa Branca para a mansão de Kalorama.

"Nunca houve dúvida de que Valerie teria uma suíte de quartos na casa que os Obama estão alugando", disse uma fonte. "Obama confia nas suas decisões mais do que em qualquer outra pessoa no planeta, assim como Michelle".

Obama não toma uma decisão sem ela.

 

Impulsionado por Jarrett e Michelle, o ex-presidente decidiu assumir o seu papel de líder da oposição contra Trump, cujas políticas ele detesta e cuja presidência ele considera ilegítima.

 

"Ele vai usar a sua imensa popularidade com uma metade do país, que se identificam como liberais e progressistas", disse a fonte da família Obama. "Milhões de americanos estão resolutos e prontos para irem para as ruas opondo-se à Trump, mas eles precisam de ser organizados, de canalizarem a sua raiva, de se tornarem focados e dirigidos.

"Obama está consternado com a forma como Trump está demolindo o seu legado - ObamaCare, a rede de segurança social e o tapete de boas-vindas para os refugiados que ele havia criado", continuou a fonte.

 


A Vaca Está-se Pirando Para O Outro Mundo.

por Feedback - ROFL, em 12.09.16

Sem Insultos Ao Nosso Adorado Gado Bovino

Bimbo-Care-590-LI-1.jpg

E passou-se mais um 11 de Setembro, uma data maquiavélica cheia de mil e uma surpresas.

Já nem se trata de acusar-se os Israelitas, Sauditas, Iranianos ou o gang the Bush&Company!

Certamente que não foi Saddam Hussein.

Lá pelos States, um "cesto de deploráveis" tem vindo a questionar nos últimos tempos, sobre as condições físicas e mentais da candidata já ungida como a próxima ditadora khazariana da Casa Branca.     

Em resposta, Killary Clinton tem entrado em convulsões de tosses e de tiques epiléticos, antes de poder compôr-se e finalmente conseguir articular, que ela sofre um ataque de alergia cada vez que pensa em Donald Trump.

Mas desta vez, precisamente durante uma cerimónia de comemorações dos actos do 9/11, o génio parece ter decidido escapar-se da lâmpada e mostra-se disposto à nunca mais prá lá voltar.

Em plena vista pública, a dama preferida pelos oligarcas globalistas cagou-se nas calças e foi forçada a ser transportada para uma viatura de emergência especialmente preparada para qualquer eventualidade, como aquela com a qual eles se deparavam naquele preciso momento. A vaca tinha-se borrado nas pantalonas no meio da via pública e em pleno luz do dia. 

Embora a mainstream media e a sua própria doutora insistam em diagnosticar a desfalecente criminosa com uma presumível pneumonia, também conhecida como "9/11 strikes twice", a verdade é que a kota assassina está apodrecendo lentamente, tendo apenas sobrevivido todos este tempo devido ao facto de lhe estar a ser proporcionada o melhor tratamento médico existente no planeta.

O WikiLeaks talvez nem necessite de esperar até ao próximo mês para concluir as suas prometidas "revelações de Outubro", já que os últimos acontecimentos parecem estar antecipando-se aos planos da banda de Julien Assange em tentarem revelar os pormenores dos emails, que possam possivelmente esclarecer acerca das investigações feitas pela dama do crime à um conhecido especialista em drogas para tratar-lhe da doença de Parkinson.

A equipa da campanha eleitoral presidencial de Killary parece estar entrando num estado de atmosfera kafkiana, tentando evitar que o nome da sua candidata não seja mencionado pela mídia corrupta internacional, enquanto que preparam o passo seguinte, talvez tentando estabelecer as condições mais propícias que possam possibilitar ao seu magno mulato em concluir um terceiro termo (inconstitucional) no salão oval.

Indiferentemente às peripécias que ocorrerão nos próximos dias, a verdade é que a carreira criminosa desta mulher maldosa parece estar a aproximar-se do seu final...a puta está kaput!!!

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D