Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

FID-BECK - ROLLINGONTHEFLOORLAUGHING

Prá especulação, desinformação e erros ortográficos tó-ká eu!

FID-BECK - ROLLINGONTHEFLOORLAUGHING

Prá especulação, desinformação e erros ortográficos tó-ká eu!

Os serviços de inteligência turca empregam actualmente mais agentes na Alemanha do que a agência de espionagem da Alemanha do Leste teve no auge da Guerra Fria, de acordo com um especialista em espionagem alemã.

O comentário foi feito após a divulgação de que a Turquia mantém cerca de 6.000 informantes e outros agentes de inteligência na Alemanha. Um funcionário da segurança alemã não identificado, disse ao jornal alemão Die Welt na segunda-feira, que os informantes turcos estão operacionais em toda a Alemanha e são manipulados pela Organização Nacional de Inteligência da Turquia, conhecida como MIT.

De acordo com o Die Welt, muitos destes informantes têm a tarefa de manter o controle sobre a grande comunidade curda na Alemanha, algo que é encarado por Ancara como uma ameaça à segurança nacional turca. Mais recentemente no entanto, agentes da MIT na Alemanha foram instruídos para infiltrarem-se no seio dos grupos de simpatizantes do carismático clérigo muçulmano Fethullah Gülen, que vive nos Estados Unidos. Um ex-aliado do presidente turco, Recep Tayyip Erdoğan, Gülen e os seus milhões de adeptos em todo o mundo agora se opõem ao governo turco e são considerados como terroristas por Ancara. O presidente Erdoğan pessoalmente acusou os"Gülenistas" de orquestrarem o fracassado golpe de 15 de Julho, na Turquia.

Além de infiltração, os informantes da MIT na Alemanha estão supostamente envolvidos em operações psicológicas contra supostos adversários do governo turco, envolvendo-se mesmo em manobras de chantagem e de intimidação sobre indivíduos ou grupos especialmente seleccionados, de acordo com Die Welt.

Erich Schmidt-Eenboom, um pesquisador independente sobre a inteligência bastante conhecido na Alemanha, e um autor amplamente publicado, disse que ficou surpreso que o alegado número de agentes da MIT  na Alemanha fosse assim tão alto. Se o número de 6.000 operacionais é exacto, disse Schmidt-Eenboom, seria o mesmo que colocar a MIT acima do nível de agentes da Stasi durante a Guerra Fria.

Ele referia-se á agência de inteligência da era comunista da Alemanha do Leste, que era também conhecida pelas suas extensas redes de informantes durante a Guerra Fria. Schmidt-Eenboom disse ainda,que de acordo com os registos da Stasi, a agência possuía cerca de 10.000 agentes na Alemanha Ocidental, um país que na época tinha uma população de 60 milhões. Em contraste, os 6.000 agentes da MIT na Alemanha estão encarregados principalmente com o controlo de cerca de 3 milhões de pessoas pertencentes á comunidade imigrante turca e curda. Consequentemente, disse Schmidt-Eenboom, haverá 500 potenciais alvos humanos para cada actual agente da MIT, enquanto que haviam 6.000 cidadãos da Alemanha Ocidental para cada espião da Stasi durante a Guerra Fria.

O artigo em Die Welt não especificou se os alegados informantes da MIT são agentes pagos ou simplesmente simpatizantes do governo turco oferecendo os seus serviços gratuitamente. Alguns membros do Comité de Supervisão Parlamentar da Bundestag alemã , incluindo o seu presidente, Clemens Binninger, decidiram lançar uma investigação oficial sobre as actividades de inteligência turca na Alemanha. De particular interesse para a comissão é a alegada cooperação entre agências de inteligência alemães e turcas após o fracassado golpe na Turquia em Julho passado.

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D